Janela

by 8:14 PM 0 comentários




As luzes, os sorrisos, as pessoas ao redor nos assistindo.
Braços entrelaçados, estamos andando
Mas é mais parecido com flutuar.
Você e eu.
Tudo parece tão certo.
O mundo finalmente em eixo.
É isso possível?
Tanta gente ali
E eu só via você, a gente
O que nós poderíamos ser
O que nós poderíamos ter
Você vê o que eu vejo?
Sente o que eu sinto?
É como se tudo tivesse me levado até ali
àquele momento, àquele lugar, àquele sentimento 
É como se uma janela à muito fechada fosse aberta
E você estivesse do outro lado
Sorrindo
Mas então há o vidro que nos separa
Você consegue me ver?
Eu bato no vidro: Eu estou aqui!
Consegue me ouvir?
Continuo aqui
Sem saber como atravessar o obstáculo
Mas também sem desistir
De você, de mim, de nós
Assim, espero o momento em que a janela do meu coração
poderá me ligar ao seu.

Tatiane Costa

Developer

Cras justo odio, dapibus ac facilisis in, egestas eget quam. Curabitur blandit tempus porttitor. Vivamus sagittis lacus vel augue laoreet rutrum faucibus dolor auctor.