Perdas

by 10:02 AM 0 comentários
Perder. Por si só esta já é uma palavra feia, mesmo quando deixado de lado o seu significado. Odeio perdas, qualquer tipo delas. Odeio a sensação de impotência, tristeza e vazio que ela trás. Odeio quando vemos aquilo ir embora e não termos chance alguma de agir para evitar. Enquanto vivemos estamos sujeitos a elas, as perdas. Perdemos roupas, sonhos, objetos, ideias e até pessoas. A última provavelmente a pior e a mais difícil delas. O pior das perdas é que elas tem o poder de nos perseguir aonde quer que formos. Isso, é claro, se você deixar, porque no final das contas, a escolha é sempre nossa.
Sempre vamos perder alguma coisa, isso é um fato. Quem nunca perdeu nada? A questão é que temos que nos acostumar com isso. O objetivo não é ser uma pessoa derrotada e conformada, claro que não. Neste ponto, cabe a cada um decidir e analisar se aquilo que foi perdido, se houver a possibilidade, vale o seu esforço para reconquista-lo. A vida é basicamente um ciclo, sendo assim, algumas coisas realmente precisam "ir", para outras "virem". A sensação que as perdas trazem, eu sei, é terrível, mas basta a você, e somente a você, a decisão de dar a elas poder de te ferir ou não. Acredito fielmente que algumas perdas acontecem pra que algo melhor venha. Acredito não porque ouvi falar, mas porque já vivi. Ninguém gosta de perder, isso é verdade, mas é algo tão comum quanto o seu oposto, ganhar. E se a vida é uma balança, é preciso ter um poucos dos dois para que o equilíbrio seja mantido.

Tatiane Costa

Developer

Cras justo odio, dapibus ac facilisis in, egestas eget quam. Curabitur blandit tempus porttitor. Vivamus sagittis lacus vel augue laoreet rutrum faucibus dolor auctor.